23/02/2013

Sobre a natureza de um povo !

"É demasiado difícil pensar com nobreza quando pensamos apenas em ganhar a vida."
Jean Jacques Rousseau

Por isso o povo é na sua maioria, apenas o resultado que depende da forma como é tratado pelos sistemas políticos que o governam e administram.

Um povo governado de forma justa, equitativa, sem perversão de poderes e de forma transparente e aberta, tende a ser um povo bom, com compaixão, justo e fraterno. E um povo que assim vive tende a ser um povo feliz e com grande potencial de desenvolvimento.

Por outro lado, um povo governado por sistemas políticos que usam a força contra a razão, empregam o poder abjecto para subverter os direitos dos cidadãos e os manter escravizados, que administra a justiça de forma arbitrária ou com "dois pesos e duas medidas", tende obviamente a ser um povo mau para o seu próximo, invejoso, egoísta, mesquinho, injusto e pouco ou nada solidário.

Claro está que a vida de um povo assim governado desta forma assimétrica nunca poderá ser feliz e muito menos contribuir para o seu desenvolvimento pleno, nem o dos seus descendentes.

Em suma, e uma característica bem humana: comportamento gera comportamento e a tendência é para tratarmos os outros da mesma forma como somos tratados.

"A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável."
[Jean Jacques Rousseau]


A pergunta que vos deixo, e bem simples, é : Será que os políticos estudaram algo de facto, do alto dos seus diplomas e títulos? Ou será que apenas são meros capatazes ao serviço de forças obscuras da sociedade e portadoras do mal?


"Toda institución que no suponga que el pueblo es bueno y el magistrado corruptible, es viciosa." [Robespierre]


São as pessoas verdadeiramente livres e que não se deixam vergar nem por poderes e menos por bolsas cheias de dinheiro, que representam as sementes do bem e a grandiosidade maior da humanidade no futuro.

"São a força e a liberdade que fazem os homens virtuosos. A fraqueza e a escravidão nunca fizeram nada além de pessoas más."
[Jean Jacques Rousseau]

Francisco Gonçalves in "Notas Soltas"
francis.goncalves@gmail.com

23Feb2012


"A desilusão é a pior das feridas. Não se fecha, nem cicatriza facilmente e aumenta na dimensão da expectativa que se coloca na ilusão. E esta existe porque se quer sempre receber mais do que aquilo que a vida nos destinou. As pessoas vivem normalmente com demasiadas expectativas. Tomam de cada vez tudo o que recebem como insuficiente. Sentem-se injustiçadas porque acham que merecem muito mais. E isso traz consigo a revolta e a mesquinhez. E quando começam a agir em função de ambas, começam também a sentir ressentimento pelos que recebem mais do que elas. A partir desse momento, a vida faz ressaltar nelas o seu lado mais obscuro. A realidade deixa de ter importância. A ingratidão passa a ser a sua arma de arremesso.”


[José Micard Teixeira‎]

22/02/2013

Uma reflexão sobre uma perspectiva de futuro para Portugal baseada na felicidade dos seus cidadãos !


Todos sabemos que a inveja é um sentimento humano básico e do qual já nos deveríamos ter libertado. Mas no sentido evolutivo tal só será possível quando vivermos numa sociedade inteiramente democrática, com cidadãos verdadeiramente livres e um sistema de justiça igual pata todos. 
"O meu ideal político é a democracia, para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado." [Albert Einstein].

Vejamos o caso do Portugal actual, uma sociedade assimétrica, com um dos maiores fossos entre ricos e pobres, próprio de um terceiro mundo, um sistema de justiça do mais desigual que existe à face da terra, que até a ministra da justiça definiu recentemente como "existindo uma justiça para pobres e outra para ricos", entre muitas outras disfunções. Mesmo a justiça aplicada aos pobres é disfuncional, baseada em artifícios como os compadrios, desleixos organizacionais, as demoras processuais, burocracias, etc. O mesmo se passa com a impunidade na legislação laboral e a própria forma como o mercado de trabalho se impõe aos trabalhadores, sempre baseada num poder administrado de forma feudal, e até inquisitorial, deixando sempre os mais fracos submetidos a um poder aviltante e abjecto, que é causa maior de sofrimento humano.

Obviamente que numa sociedade assim governada de forma abjecta e sendo os cidadãos obrigados a suportar a impunidade, a injustiça, o terror, a ignomínia por parte das instituições, que ao invés o deveriam proteger ou no mínimo tratar de forma humana, lógica e fatalmente tal só poderá traduzir-se em relações entre cidadãos e o poder, baseadas em mecanismos de defesa/ataque disfuncionais, que apenas revelam os piores sentimentos que os seres humanos albergam dentro de si.
‎"A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável."
[Jean Jacques Rousseau]

Assim a inveja é apenas um desses sentimentos que os cidadãos acabam por revelar e até potenciar, mas apenas por culpa de uma sociedade e uma governação de poder abjecto que destrói as relações entre os cidadãos e os coloca em alerta máximo contra os poderes abomináveis, perpetuados ao longo de séculos. E numa lógica de poder de quem sempre os escraviza e trata de forma indiscriminada e perfidamente, ao invés de os incentivar a seres cidadãos de bem, pertencentes a uma comunidade que é a nação e com um valor individual único que fomentasse o sentimento de pertença e o orgulho de nela se inserirem.

Enquanto os governos não assumirem uma lógica de humildade, de transparência, de abertura em relação aos cidadãos e um espírito e missão na prestação de serviços à comunidade, que se traduz na nação, continuaremos a ter um país disfuncional, triste, pobre, miserável, improdutivo , com cidadãos infelizes e a sofrerem diariamente às mãos de um poder abjecto. Algo que em pleno Séc XXI nos deveria envergonhar perante o mundo, mas aparentemente os poderes actuais são mesmo compostos por autênticos caras-sem-nenhum-vergonha"!

Portugal evoluir nestas condições é impossível e espero que todos possamos reflectir (governantes e governados) sobre esta lógica de destruição e anulação individual e colectiva, a que temos vindo a ser submetidos, e sem fim à vista!

Estamos em pleno Séc XXI e é um imperativo que todos nós cidadãos sejamos mais felizes e mais aptos, como forma de conseguirmos superar os novos desafios que o progresso da humanidade nos coloca, mas para isso precisamos primeiro de assumir que para tal é requerido um novo modelo de governação e novas relações de transparência e sem nenhuma subserviência entre governantes e governados.

Só assim poderemos cumprir Portugal e os cidadãos continuarem a acreditar num futuro melhor e mais justo para todos.

"A democracia é algo de impossível enquanto o poder não puder ser partilhado por todos"
[Gandhi]

Viva Portugal!

Francisco Gonçalves "in" Notas Soltas.
francis.goncalves@gmail.com
22Feb2013

‎"Acreditar que tudo tem solução não é optimismo! É talento!" [Autor desconhecido]

Anexos:

Os caminhos em curso para o aprofundamento das democracias em torno de novos governos abertos e melhoria das práticas de governação, tornando-as abertas à participação dos cidadãos e totalmente transparentes.
http://www.youtube.com/watch?v=4HirFryqAjI

Apresentando uma Declaração sobre um Parlamento aberto à participação directa pela sociedade e transparente -
http://blog.okfn.org/2012/08/31/introducing-the-declaration-on-parliamentary-openness/

A Declaração de Princípios Governamentais Abertos a adoptar pelos poderes centrais e locais -

"Com o desenvolvimento de novas tecnologias e uma população cada vez mais conectada e engajada, uma crescente pressão foi colocado nas [cidades] e nos líderes do governo, no sentido de adoptarem práticas de governo aberto que irão promover a transparência, a participação cidadã e colaboração. A fim de mudar a forma como o governo funciona, prestação de serviços públicos mais eficazes, e estabelecer uma democracia mais robusta, [Nome Concelho] adopta os seguintes princípios de governo aberto (..)."


https://docs.google.com/document/d/1342pZNqbcpRt5AQj98LGJOYoyoewqARzJ_OZkNkNlWw/edit

19/02/2013

Corpo, Mente e Coração - Os Três Mosqueteiros de si mesmo!

A maioria de nós trabalhamos muito duro para cuidar bem dos outros. Você faz um bom trabalho para terminar os seus projectos no trabalho, cuida da sua família bem, passa o tempo com os seus amigos, ajuda os outros que estão em dificuldades, etc..

Alguma vez você já parou por um momento e deu algum pensamento sobre quanto tempo ou esforço gasta a cuidar de si mesmo?

Corpo, mente e coração são três partes essenciais de si mesmo. Você toma suficiente atenção a todos estes três aspectos de si mesmo? Na minha opinião, todas estes três deve ser bem equilibrados, e cuidados de forma igual. Se você nunca prestou atenção conscientemente por esse prisma, seguindo alguns pontos vai ter o seu pensamento focado na direcção certa.

1. Mente

  • Para a maior parte, nós cuidamos da nossa mente também. Nós os “geeks” somos muito bons em manter a nossa mente afiada, trabalhando em projectos desafiadores,  a resolver problemas complexos, etc.
  • Mas alguns de vocês podem estar envolvidos num trabalho onde vão continuar fazendo a mesma rotina todos os dias, o que não é difícil. Se você está nessa situação, voluntarie-se para tomar-em algum projecto interessante e desafiador. Se isso não for possível, provavelmente você deve considerar encontrar um outro trabalho que irá manter sua mente afiada e que o desafie. Mas, lembre-se sempre de  equilibrar trabalho e vida com um propósito .
  • Ler livros é uma boa maneira de manter sua mente energizada. Além da leitura de livros relacionados com a sua área de especialização, também deve ler livros sobre outras áreas do seu interesses, e com as quais ainda não está familiarizado.
  • A coisa chave para manter  a sua mente totalmente engajada é fazendo apenas as coisas que você mais ama. Gaste algum tempo para pensar sobre que actividades que não gosta no seu dia típico, e descobra uma forma de as substituir  por aquelas com actividades que de que gosta efectivamente fazer.
  • Realize algum trabalho criativo. Dê algum trabalho ao seu lado direito de seu cérebro. Eu não sou nem 10% tão criativo como minha filha de 5 anos de idade. Ela pode vir para cima com coisas absolutamente incríveis a partir do nada. Eu vou admitir, que estou longe de ser isso. Mas, eu adoro coisas criativas, e eu estou inspirado pela minha filha, em ser criativo e dar algum trabalho para o meu lado direito do cérebro.
  • Mantenha o "Aprender e crescer" como seu lema de vida.

2. Corpo

  • É muito difícil manter a mente afiada quando você não cuida da sua saúde. Se você não está em boa forma, é difícil manter o foco e obter resultados totalmente empenhado em coisas de que gosta.
  • A maioria de nós poderia fazer uma série de melhorias se cuidar adequadamente do nosso corpo. Quando foi a última vez que você fez exercício físico? Faz um “check-up” de saúde anual regularmente?. "Eu não tenho tempo suficiente" é apenas uma desculpa para não fazer as coisas que mais importam.
  • Você não precisa ter um corpo magro e escultural como é projectado pelos média, mas apenas o suficiente para ser saudável e se sentir bem. Você só precisa comer bem  fazer exercício físico regular.
  • Configure uma rotina diária de exercícios. Não se force a fazer um exercício rotineiro de que você não gosta. Para mim, eu odeio ir ao ginásio todos os dias. Minha rotina é jogar ténis (que eu adoro), três dias por semana, e o resto dos dias frequento o ginásio com o foco de fazer rotinas que vão ajudar com o meu jogo de ténis. O ginásio não é o foco principal mas sim o ténis.
  • Lembre-se que cuidar de si mesmo não é egoísta. Se a sua mente não é nítida, e se você não é saudável, como você pode ser útil para outras pessoas?

3. Coração

  • Tenho certeza que você já viu pessoas que são extremamente activas mentalmente, e que sabem manter tanto a sua mente e corpo em excelente estado de conservação, mas são implacáveis ​​e estão sempre a colocar todo mundo para baixo, para ganhar uma vantagem. É de facto um enorme erro querer manter o corpo e a mente em excelente estado, mas não o seu coração.
  • Toda a riqueza e saúde no mundo não vai fazê-lo sentir-se satisfeito. Se não tiver um bom coração, vai sempre sentir que está a faltar alguma coisa, e não consegue descobrir exactamente o que é que é !
  • Todos os dias tome alguns momentos para meditar e apreciar tudo ao seu redor. Seja grato por cada pessoa que surge na sua vida e por cada momento que reserva só para ser.
  • Quando se trata de relacionamentos sugiro que deixe de lado a sua lógica de distanciamento e reserva, e aprenda mais a confiar no seu coração. Este terá tendência a não ser enganar à medida que nele confiar mais e mais. Mesmo que venha a errar, nessas situações, você ainda  assim vai sentir-se bem com o seu coração, acredite!
  • Em situações difíceis, depois de ter feito todas as análises, fazendo uso da sua mente, se ainda assim não tem certeza do que fazer, vai ter com o seu coração, que ele logo te diz o que fazer. Devemos confiar mais nas nossas intuições e sentimentos, tanto quanto nós confiamos na nossa mente.
  • Seja amável e humilde. Lembre-se de sorrir sempre. Apenas um sorriso genuíno que vem do seu coração é o suficiente para alegrar o dia de alguém.

Corpo, Mente e Coração - Os Três Mosqueteiros de si mesmo
Autor: RAMESH NATARAJAN em 19 DE FEVEREIRO DE 2013



NOTAS :

Exercício físico e estimulação cognitiva podem reverter Alzheimer

06/02/2013

A produtividade e competitividade hoje!... Não estamos de facto preparados!


Visamos melhorar o "departamental", " a eficácia " e a "eficiência". 

Mas o "melhoramento", por maior que seja, passa ao lado. Aliás, está muito desviado.
Temos de destruir "departamentos" . e no lugar deles criar Firmas de Serviços Profissionais (FSP) agressivas, imaginativas e inovadoras. 

Temos de abarcar as FSP como os os Motores Primários para o Trabalho Criativo. ... e assim de quase todo o Valor Acrescentado EMpresarial.

"Talento" ousado, agressivo, criativo em cada um destes "departamentos" agora transformados em FSPs (Firmas Serviços Profissionais)... Projectos que.. Abalam o Universo (nas palavras de Steve Jobs).

Extraído de "Mudar o Mundo" de Tom Peters!

BUSQUE GRANDE TALENTO!

ALUGUE GRANDE TALENTO!


EI, MIÚDOS VAMOS FAZER UM ESPECTÁCULO !?

SERÁ QUE ESTAMOS MESMO PREPARADOS ?

Francisco Gonçalves
(francis.goncalves@gmail.com

04/02/2013

A Maçonaria, o secretismo e os seus princípios !

Ainda umas palavras a propósito da "bendita" Maçonaria !

(...)..A maçonaria é aquela organização que se diz imaculada e mais ainda quem intervíu nos principais acontecimentos da história.
Logo os seus membros são pessoas acima de qualquer suspeita e porque esta organização tem nos seus princípios palavras como "liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e o aperfeiçoamento intelectual", então deverá merecer o respeito de toda a sociedade, nas palavras dos seus defensores!

A questão é que ao longo da história esses nunca foram os princípios que guiaram esta organização, que antes de mais sempre se posicionou junto aos poderes instituídos, para melhor os manipular e trazer mais poder e bens para os seus membros, sempre em desfavor do resto da sociedade.

Aqui fica claro que "igualdade, fraternidade e o aperfeiçoamento intelectual", são meras palavras de retórica nos seus discursos e actuação.
Isto para não nos referirmos aos acontecimentos históricos de final do séc XIX e início do Séc XX, em que esta organização esteve na origem do assassinato do rei D. Carlos e de muitos outros desvarios desta ordem, e de outra ainda de pior carácter designada pela carbonária, hoje extinta mas cujos membros integraram a maçonaria no inicio do Séc XX!

Por último de referir que uma organização como a maçonaria, cujos membros se acham superiores em carácter e em aperfeiçoamento intelectual, relativamente à restante sociedade e que ao longo do último século se têm envolvido em autênticas guerras de poder interno, fica também claro o nível de evolução desta organização.

Ainda e a terminar esta gente que prega lá do alto dos seus pergaminhos históricos a sua superioridade que, diga-se de passagem eu nunca encontrei ao longo da história, e se envolvem em pleno Séc XXI em rituais idênticos aos praticados no antigo Egipto há mais de 7.000 anos atrás. E a sua acção na actual sociedade portuguesa apenas se destaca pela negativa, isto é por sempre estarem (e lutarem clandestinamente) para bem se posicionarem junto ao poder, usando as suas ligações para se auto-promoverem, obterem "status" e bens materiais apropriando-se assim do que pertence à comunidade e ao povo em geral. Tal "modus-operandi" deixa estas organizações secretas e maçomnicas numa postura de ética e moral muito abaixo do que será tolerável numa sociedade democrática e transparente.(...).

Por seu lado a sua estrutura organizacional e o secretismo em que se envolvem são uma prática que em nada ajuda a desenvolver os valores humanos e muito menos a democracia e o progresso, que se querem abertos e transparentes.

Daí que não faça qualquer sentido que organizações secretas militem, em pleno Séc XXI, no seio de sociedades democráticas, que se querem cada vez mais abertas ao progresso cientifico, social e humano, a não ser que queiramos continuar a vegetar nas trevas da idade média, por entre dogmas, preconceitos e mitos que desde sempre têm vindo a impor limitações à liberdade individual e constrangimentos aos cidadãos, nos seus direitos e acesso universal à cultura e ao saber.

Francisco Gonçalves in "Notas Soltas".
10Jan2010

(..). somos produto de dois séculos de falsa educação fradesca e jesuítica, seguidos de um século de pseudo-educação confusa, somos as vítimas individuais de uma prolongada servidão colectiva. Fomos esmagados (...) por liberais para quem a liberdade era a simples palavra de passe de uma seita reaccionária, por livres-pensadores para quem o cúmulo do livre-pensamento era impedir uma procissão de sair, de maçãos para quem a Maçonaria (longe de a considerarem a depositária da herança sagrada da Gnose) nunca foi mais do que uma Carbonária ritual. Produto assim de educações dadas por criaturas cuja vida era uma perpétua traição àquilo que diziam que eram, e às crenças ou ideias que diziam servir, tínhamos que ser sempre dos arredores...

Fernando Pessoa, in 'Sobre Portugal - Introdução ao Problema Nacional'
49

SEJAMOS NÓS A FORÇA, A CORAGEM E A DETERMINAÇÃO QUE QUEREMOS VER NO PAÍS !


O povo, ou os cidadãos, ainda não perceberam que a força e a razão estão do seu lado. Afinal quem é que produz a riqueza do mundo, quer quando trabalha, quer quando consome.

Saibamos, em uníssono, gerir estes dois instrumentos e o mundo será do povo e dos 99% da população do mundo, que trabalham e consomem, sem que na actualidade lhes sejam reconhecidos e garantidos os mínimos direitos, ou seja vegetam como escravos, vitimas da sua individualidade e da sua incapacidade de escutar os outros.

Como disse e bem o Frei Ventura, numa entrevista recente na SIC, "os nossos carros são alimentados a impostos". E esta gente que nos governa nem sequer tem um pingo de vergonha!

E se repararem bem os preços estão altos não porque haja qualquer relação com as matérias primas ou a sua transformação, mas sim porque como houve necessariamente uma diminuição nas vendas em função da presente crise. E como as petrolíferas, neste caso a Galp, querem continuar a ter o mesmo volume de vendas, a solução que encontraram foi colocar o povo a pagar mais impostos sobre a gasolina e assim se explicam os preços que temos actualmente no mercado, que nenhuma relação têm com as matérias primas, sua refinação e transporte.

Acham que devemos continuar a pagar e a não conseguir dar uma resposta à altura a esta gente que nos rouba, com a benção do próprio Governo de Portugal ?

Os cidadãos terão que se unir e ser a força maior contra os "lobbies", os grupos de pressão, as organizações secretas, etc, etc..., e todas as concentrações de poder na economia, que os governos impunemente permitem.

Estes Governos são mesmo um atentado contra os cidadãos e o seu povo.

Só a nossa União permitirá que levemos a melhor sobre eles.  Cidadãos praticantes precisam-se!

Temos, que ao poder nos Monopólios e dos cartéis que operam em Portugal, sempre protegidos pelos Governos manhosos e corruptos, contrapor o poder da multidão de cidadãos, em uníssono!

Acham Caros Amigos (as) que por exemplo as gasolineiras brincariam com todos nós, o povo, se estivéssemos unidos aos milhares, ou até milhões?

Lembro que existem 3.5 milhões de portugueses a "navegar" aqui pelo FaceBook!

E perguntarão, como vamos conseguir isso? E a resposta é simples : Pela união massiva como consumidores e decidindo a cada semana, dia , Mês, etc, onde todos iremos abastecer de gasolina, a fazer compras para casa, a usar um determinado Operador de Telecomms, de Electricidade, etc, etc. E eles começarão a temer-nos e a respeitar-nos, como nunca!

Mero efeito do poder da Inteligência das multidões, que eu tenho vindo a descrever neste grupo desde o inicio da tarde e que vos solicito leiam atentamente !

Esta é a forma mais simples. Tem um senão, precisa de uma grande massa de apoiantes, mas esse é apenas o esforço que vos peço. Adesões e esclarecimentos a quem entrar de novo sobre aquilo que podemos todos realizar de GRANDE para beneficio de todos os portugueses e muitas mais realizações virão se conseguirmos obter os primeiros êxitos! Depois é bem mais fácil.

É o que se chama de revolução de cidadania esclarecida. Ir para a rua partir montras como fizeram os gregos não dá nunca em nada, a não ser destruição que depois ainda seremos nós a pagar. Vamos usar a nossa inteligência e demonstrar aos europeus, que estamos mais avançados que eles em termos de cidadania, e isto através de actos muitos simples que até fazemos todos os dias, mas em perfeita descoordenação. O Segredo está na coordenação e acordo de acções simples entre todos, que bem poderemos ser  100,000 ou mesmo 1,000,000 de cidadãos !

“O fim da infância da humanidade é quando paramos de pensar como indivíduos e passamos a usar uma inteligência colectiva” [ Arthur C. Clarke]

Este é também o nosso objectivo e razão porque foi criado este Grupo ! 

Para que aprendamos e venhamos a crescer todos como indivíduos e cidadãos, e a sabermos tirar poder da nossa inteligência colectiva! 

Só assim passaremos de escravos a real poder, que os governos e os "donos de Portugal", mais não poderão continuar a ignorar.

O SUCESSO DEPENDE SÓ DO EMPENHAMENTO DE CADA UM DE NÓS, JUNTANDO NESTA FASE A QUE ESTE GRUPO CRESÇA, E ESCLARECENDO ADEQUADAMENTE OS CIDADÃOS QUE A NÓS SE JUNTAREM! 

O futuro de incertezas e de mudanças rápidas na sociedade e no mundo!


A roda do progresso que já está em movimento no sentido de um novo estádio da globalização, e em aceleração cada vez maior, não augura nada de bom para o futuro do País e do Mundo. Se a deixarmos em "roda livre", como temos feito até aqui, ela irá agudizar ainda mais o fosso entre ricos e pobres, agora com uma diferença maior porque além da diferença entre os que têm dinheiro e os que não o têm, passa a existir uma outra segmentação de forças, que é entre os que têm especializações e competências vastas e os que as não as possuem de todo.

Logo a exclusão social terá tendência a agravar-se ainda mais e para níveis que poderão ser fatais para as sociedades. Portanto só há um caminho que passa por reabilitar a politica e os políticos, que façam politica verdadeiramente em nome do povo, e para o povo, com total independência do poder económico e mais apoiados nos poderes verdadeiramente democráticos da nação, actuando de forma totalmente transparente e que possam assegurar alguma equidade e justiça social e sistemas de educação e ensino, ajustados a estes novos tempos que estão a chegar, perante um mundo que terá tendência a ser mais desigual, do ponto de vista económico e social.

Daí o meu activismo por mudanças no campos politico, porque se não as fizermos atempadamente, o país será cada vez mais um pardieiro mal frequentado, onde a instabilidade social ganhará terreno e a destruição do país e o atraso social serão o único garante, na vida de todo um povo.

Francisco Gonçalves in 18 June 2012
francis.goncalves@gmail.com

03/02/2013

Sabe a razão porque os povos continuam a ser mantidos na escravidão por séculos e séculos ?


O motivo porque este povo não pensa por si próprio, tem medo do próprio medo e tem dificuldades em acreditar em si mesmo, é de ordem genética e isso sim vem de há milhares de anos pelo menos.

Como tal, enquanto cada um dos cidadãos não entender porque é condicionado biologicamente e socialmente, nada fará para que deixe de ser escravo e manipulado pelos poderes vigentes.

Somos hoje escravos biologicamente programados ao longo de séculos e é preciso que tenhamos consciência disso e nos saibamos “desconstruir” e ”re-programar” conscientemente. Mas para isso é preciso crescer em conhecimento de nós próprios e do mundo e assumirmos o protagonismo das nossas vidas e a total responsabilidade pelas nossas escolhas e pelo nosso futuro.

Porque somos condicionados ?

Um povo ( os cidadãos ) foram todos educados para obedecer, para não contestar, para se portarem bem... isto num condicionamento, que é por um lado marcantemente genético (a igreja católica foi irrepreensível nesta acção pedagógica durante pelo menos 17 séculos de terror), e por outro uma escola sempre concebida para formatar mentes obedientes e subservientes, destinadas a irem trabalhar nas fábricas e obedecer a todas as ordens dos seus "superiores", sem que as pudessem por em causa e menos ainda dotados de qualquer capacidade critica.

Assim se formataram (e continuam a formatar) cidadãos sempre obedientes e dispostos a servir os seus senhores, de forma hoje completamente inconsciente, e razão pela qual a grande maioria dos cidadãos nem percebe porque o faz, ou porque age desta forma, que apenas beneficia os poderosos e se prejudica a si e aos seus co-cidadãos sempre.

Há que ganhar o controle consciente de todas aquelas acções que hoje são tomadas de forma automática e assumidas como estando certas e sem possibilidade de serem re-analisadas à luz da consciência presente.

Uma vez perante a mente consciente, estes condicionamentos automáticos, poderão ser analisados criticamente e modificados de acordo com o nosso real raciocínio lógico, libertando assim o individuo de automáticos adormecidos durante séculos, ainda assim determinantes nas decisões diárias de cada cidadão.

Francisco Gonçalves
(francis.goncalves@gmail.com)

in "Notas Soltas @ 03Feb2013

Veja como pode mudar-se a si próprio - Mudar a Mente - Osho - Mude calmamente

Veja o vídeo de como mudar os seus condicionamentos !

As adopção das “melhores práticas” nas empresas portuguesas e porque estas estão a passar à história !

Aquilo que hoje em Portugal continuam a persistir em chamar de “melhores práticas” empresariais ou tecnológicas, não passa de princípios e ideias medíocres e caducas, que já tiveram o seu auge há anos atrás, por quem realmente à época inovou e as criou.

Mas ninguém ainda se terá dado conta que os ciclos de produtos e serviços são hoje cada vez mais curtos e não dão margem para implementar as chamadas "melhores práticas". Fazer isso é estar a fazer o mesmo que a concorrência e a permitir que os que sabem realmente fazer e inovar, os possam fazer passar à história.

E é de história que falamos quando analisamos hoje em geral as empresas Portuguesas, sejam elas públicas ou privadas!
E depois queixam-se que não têm competitividade! pudera.. nem sequer se deram conta que já estão mortas...!!!

É "Inovar ou morrer ", ou ainda não perceberam e será preciso fazer um "desenho" da coisa, ou do "coiso", sei lá !

Francisco Gonçalves
30june2012
francis.goncalves@gmail.com

Translate