Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2011

O mundo global e o deficit dos países ! Como sair deste aparente "beco sem saída" !

Imagem
Se analisarmos globalmente o mundo, e quais os países mais endividados, depressa chegaremos à conclusão de que estes (incluindo os EUA), continuarão a crescer marginalmente por mais 10 ou 20 anos, sem qualquer hipótese, na sua maioria de regularizarem as suas dividas externas. Alguns deles entrarão em incumprimento mesmo! A não ser que.....
Num mundo globalizado, de livre circulação, de partilha do conhecimento e conectividade instantâneos, a tendência tem sido para que as indústria se tenham deslocalizado para os países de mão de obra mais barata. Então, estamos já hoje a assistir ao crescimento dos países onde se instalaram essas indústrias, como a China, Índia  Brasil, etc. ao mesmo tempo que assistimos impávidos e serenos ao continuo crescimento dos países produtores de gás e petróleo (com o mundo globalmente dependente na quase totalidade destes últimos).
Portanto, os países com elevadas dividas externas têm, em minha opinião apenas uma alternativa face a perpetuarem-se no crescime…

A gestão de pessoas e a improdutividade nas empresas lusas - As tentações !

Imagem
Decorridos mais de 36 anos de actividade profissional em que desempenhei vários funções, como Programador e Analista informático, Team-leader, Director de Departamento, Consultor Tecnológico, Gestor de Projecto entre muitas outras, sempre lidei com os colaboradores que intervieram directa ou indirectamente nos meus projectos, da mesma forma, isto é pautando-me pela exigência, primeiro a mim próprio, e depois exigindo aos outros não acima do que exigia a mim mesmo. Eu sempre acreditei na liderança pelo exemplo e ainda recordo a minha passagem fugaz pelo serviço militar e de como me era simples gerir pessoas, em condições que não eram as mais fáceis e sobretudo a motivação ainda mais difícil, mas actuando com um principio simples e até básico : sempre que exigia algo era eu em primeiro lugar que mostrava e dava o exemplo, fosse o mergulhar num lago de água gelada pela madrugada ou atravessar um fosso. E desta forma nunca tive alguém que se tivesse negado a seguir-me, muito pelo contrári…